Se agarre em sua fé

Crédito da Foto: ” Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

Se agarre em sua fé

Sabe aquele ditado: Deus não te tira as coisas, ele te livra delas? Priscila é prova disso e de que nada na vida acontece por acaso. 

Tudo começou no Natal de 2017. Minha casa estava cheia de alegria com minha família reunida para comemorarmos essa data tão abençoada. Confesso que até os meus 35 anos achava uma data triste para mim, mas não entendia o porquê. Minha sogra levou um vinho para tomarmos, pois, sabia que eu gostava. Das bebidas alcoólicas é a que eu mais gosto, mas bebo raramente. Pois bem, estávamos jantando e o vinho estava ali, e minha sogra insistiu. “Priscila trouxe o vinho pra você, beba”. E assim fiz, bem menos de meia taça, que na verdade tomei em copo simples mesmo (risos).

Fomos então dormir tranquilamente e ao acordar, na cozinha preparando o café, percebi que já não estava bem. Uma sensação de que havia comido algo que não me fez bem. Enjoada, tomei remédios, pensando ser um mal estar, mas comecei a sentir fortes dores no abdômen. Passei o Natal de cama, e ao final da tarde meu marido me levou ao hospital. Lá, a médica de plantão me colocou no soro e deu alguns remédios para eu voltar pra casa. Voltei, mas aquela noite passei em claro, com muita dor.

No outro dia, já pela manhã, estava vomitando, e só pedia a Deus para aquela dor passar. Pedi novamente para meu marido me levar em outro hospital, e além do soro na veia, o médico pediu alguns exames de sangue e uma ecografia abdominal. Assim que os exames ficaram prontos, o médico me chamou e disse: “Priscila, nos exames não encontramos causa para o que você está sentindo, mas você está com uma lesão no pâncreas”. Perguntei o tamanho e ele me disse que era “grandinha”, e que seria necessário uma tomografia para investigar. Saímos do hospital e pasmem, não sentia dor alguma. Estava como sempre estive, me sentindo ótima, creio que aquele vinho me alertou, “vai doer, mas é pra você descobrir algo que não esta certo em seu corpo”.

No dia 29 de dezembro realizei o exame de tomografia solicitado, e no outro dia recebi uma mensagem da clínica, avisando que o exame estava pronto. Ao ler o resultado, fui buscar esclarecimento no pior lugar, google. Ali já dizia em outras palavras que eu estava morta em alguns meses . O desespero bateu, e junto veio a tristeza profunda.

O HNSG na minha vida

Quando peguei o resultado do exame, não sabia nem qual rumo seguir, mas creio cegamente que Deus coloca pessoas certas em nossos caminhos quando mais precisamos. Meu cunhado já era paciente do Dr. Eduardo Ramos, assim como toda nossa família é hoje, e enviou o laudo a ele via Whatsapp. Como sempre, Dr. Eduardo prontamente o respondeu, dando o diagnóstico: Era tumor neuroendócrino com metástase no fígado. Ele nos passou os procedimentos a serem tomados, e lá estava eu no dia 02 de janeiro em seu consultório, aflita, com muitas incertezas do amanhã, mas firme em minha fé.

Fiz vários exames pré-operatórios e 36 dias após o diagnóstico estava sendo operada e tudo aquilo sendo retirado pela raiz, por um médico (Dr. Eduardo Ramos e equipe) exemplar, e acima de tudo um ser capaz de se colocar no lugar do seu paciente e nos tratar com o cuidado e atenção que precisávamos naquele momento.

Quando fui diagnosticada, pensei que tivesse alguns meses de vida e a tristeza me derrubou, pois até então eu não sabia o grau da gravidade da minha doença. Tenho dois filhos – um de 15 (Leonardo) e uma de 2 (Ana Clara). Sabe o que é você ir na beirada do berço da sua filha caçula e se perguntar: Será que Deus vai me conceder a cura e felicidade de vê-la crescendo assim como seu irmão? De tudo o que vivi, este momento é o que jamais vou esquecer. No entanto, ao falar com o oncologista, Dr. Roger Akira, o mesmo me tranquilizou, dizendo que meu caso era apenas cirúrgico. Diante disso, pude sorrir novamente.

No dia 5 de fevereiro fiz a cirurgia. Entre UTI e quarto, fiquei uma semana no hospital. Em casa foram mais 40 dias de recuperação. Foi muito doloroso por sinal, mas sempre pensava, hoje estou melhor do que ontem, e assim consegui superar. O resultado da biópsia do tumor chegou e, para minha alegria, eu precisaria somente de acompanhamento e eu não seria necessário fazer quimioterapia ou outros tratamentos.

Em abril de 2018, dois dias antes de fazer o PET – Dota (exame avançado de corpo inteiro), para ter a confirmação de que a doença estava “negativada”, sonhei que estava na sala de exame e um médico, todo de branco, me perguntou o nome do meu médico e telefone, pois daria um feedback do exame. Ele me disse “fica tranquila Priscila você não tem doença”. Compartilhei este sonho maravilhoso que tive com minha familia, e mesmo sendo apenas um sonho eu estava muito feliz. Quando então no dia 09 de abril lá estava eu realizando o exame e apreensiva como todos que faço desde então, com relação ao resultado, e não é que o meu sonho se tornou realidade? Dr. Eduardo recebeu um áudio da clínica dizendo que eu estava negativada. Ou seja, estava curada, com a graça de Deus!

Minha Mensagem

Sem dúvida meu maior aprendizado é: Deus existe e opera milagres em nossas vidas, precisamos confiar e esperar, porque tudo é no tempo Dele e não em nosso. Jamais perca sua fé, e clame a Deus por sua misericórdia, ele vai te ouvir. No meu caso Deus já agia em minha vida muito antes de eu descobrir a doença. Sou obra de seus milagres, e isso para mim é maravilhoso, saber que fui escolhida a partir daquele vinho, entre tantos…para ser cuidada e amada! E que o poder da oração em nossas vidas é divino e essencial para nossa recuperação. Devemos todos os dias agradecer por estarmos vivos, por estar ao lado das pessoas que amamos, temos que parar de reclamar dos problemas. Saúde é tudo, dinheiro nenhum compra sua maior riqueza.

Minha mensagem para quem passa por isso, é que por mais difícil que seja, se agarre em sua fé, não pesquise nada no google sobre sua doença, jamais, porque cada caso é um caso. E o que os olhos não vêem, o coração não sente, literalmente! Seu médico com certeza te indicará o melhor tratamento.

Como disse meu amigo Pedro Della Bianca, precisamos ter conosco três coisas para superar tudo isso: Primeiro Deus, segundo o cirurgião, terceiro sua cabeça e positividade.

Ao HNSG parabenizo por tanta presteza desde a auxiliar de limpeza, as enfermeiras cuidadosas e aos médicos, um Hospital maravilhoso. Claro que ninguém quer estar em um hospital, mas dele só tenho boas indicações.

Priscila Francielli Reis Domingues


Importante!
Os comentários publicados nessa área do site, não representa, obrigatoriamente, a opinião do Hospital Nossa Senhora das Graças. Os textos publicados através desse sistema são de exclusiva, integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O Hospital Nossa Senhora das Graças reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou, de alguma forma, prejudiciais a terceiros. Da mesma forma, informamos que comentários que exponham dados pessoais e clínicos dos pacientes poderão ser moderados no intuito de preservar a privacidade dessas informações. Reforçamos que os comentários que apresentarem caráter promocional não serão publicados.