Maternidade Graças

Maternidade Graças: amor e carinho desde o nascimento

Na maternidade do Hospital Nossa Senhora das Graças mamãe e bebê ficam juntos durante toda a internação, em Alojamento Conjunto. Ou seja, após o bebê ser liberado pela pediatra, sem restrições, ele sairá do Centro Obstétrico juntamente com sua mãe e permanece com ela 48 horas até a alta hospitalar.

Esse sistema possibilita que a mãe vivencie e acompanhe todos os cuidados com o bebê, recebendo orientações necessárias para a saúde de mãe e filho, além de possibilitar ao bebê maior segurança, pois ao nascer ele irá se deparar com um mundo totalmente novo e esse contato imediato com os pais facilita nessa adaptação.

 

Conheça tudo o que você vivenciará no HNSG no nascimento do seu filho.

Primeiro dia:

Documentação necessária para internação:

• RG e CPF da paciente e do acompanhante (CHN também é válida);
• Cartão do convênio;
•  Solicitação de internação (fornecida pelo médico);
• Autorização prévia do convênio e/ou senha (verificar com o convênio e na central de guias);
• Caso seja casada, e os documentos não estiverem com o nome atualizado, é necessário que a paciente apresente certidão de casamento;
• Relatório do médico solicitante (para agendadas);
• Autorização concedida pelo convênio ou número de protocolo de liberação (para pacientes que necessitem de autorização prévia);
• Pacientes menores de 18 anos: acompanhante deve apresentar documentos para ser o responsável pela internação;
• Certidão de casamento (quando casados);
• Cartão pré-natal e exames de sangue realizados durante a gestação;
• Após a finalização do procedimento de internação a paciente será identificada com pulseira no punho, contendo seus dados pessoais.

Atenção: Para sua segurança, o seu médico deve estar previamente cadastrado no sistema do hospital para a realização do parto. Caso ele ainda não seja cadastrado, solicite que ele faça o pré-cadastro.

Da chegada ao Centro Obstétrico

Para Parto Agendado

O parto é agendado no HNSG diretamente pelo médico. Após o agendamento, a mãe deverá marcar a consulta pré-anestésica, que pode ser feita a partir da 32ª semana da gestação. A liberação das guias do convênio pode ser feita diretamente pela paciente ou pelo Hospital.

• Deve-se chegar com 3 horas de antecedência para a realização de processos administrativos.
• A mamãe e o papai chegam ao HNSG e realizam o processo de internação.
• Nesse momento, serão orientados quanto ao número permitido de visitantes durante o período de internação. Lembrando que somente um (de preferência o pai) poderá acompanhar o parto dentro da sala.
• Serão encaminhados ao quarto após o processo de internação no HNSG.
• Uma hora antes do parto a mãe é levada para o Centro Obstétrico para realizar a preparação da chegada do bebê.
• Na sala de admissão ela é examinada pelo médico plantonista e pela equipe de enfermagem. Em seguida, é encaminhada para a sala cirúrgica.

Para parto Normal ou de Emergência

• Nos partos normais, como não são agendados, a mãe chega pela entrada do pronto-atendimento obstétrico (acesso pela Rua Rosa Saporski) e depois é encaminhada para o centro obstétrico. Será encaminhada à sala de pré-parto enquanto o processo de internação será realizado por seu acompanhante. Neste caso a solicitação de internação junto ao convênio é feita pelo setor de internação.

Importante: Caso desejar optar por uma acomodação superior àquela autorizada por seu plano de saúde ou para quaisquer outras dúvidas, favor entrar em contato com o orçamento, pelo telefone 3240-6819. De 2ª a 5ª, das 8h às 18h e na 6ª das 8h às 17h. Ou pelo email orcamento@hnsg.org.br.

Sala de Cirurgia

• Somente depois da anestesia é que o pai ou o acompanhante escolhido pela mãe pode entrar na sala.

• Após o nascimento, o bebê é atendido pelo médico pediatra de plantão. Quando autorizado, o pai pode acompanhar esse atendimento. A mãe permanece no centro obstétrico para o término do procedimento.

Sala de Recuperação

• O recém-nascido é encaminhado para uma sala de recuperação (onde fica em uma incubadora de 20 a 40 minutos) para a recuperação da temperatura ideal do corpo.
• Neste período, a cortina da sala é aberta e a família poderá conhecer o bebê.
• Logo após esse período, serão realizados os primeiros cuidados pela enfermagem.
• Será dada a primeira dose de hepatite B na perninha esquerda da criança. E, uma única dose de Kanakion, vitamina K para evitar hemorragia do coto umbilical.
• São realizadas medidas antropométricas (medidas do corpo) e após isso a criança será levada a REPAI, para o colo da mamãe, para o incentivo a amamentação em sua primeira hora de vida. Após isso, a mãe e o bebê são encaminhados juntos ao quarto.

O primeiro banho do bebê acontecerá após 6h do nascimento. O banho é feito em uma cuba especial, com ducha por profissionais capacitados, seguindo melhores práticas para o Controle de Infecção Hospitalar.

Recuperação pós anestésica

• A mãe permanecerá, por mais ou menos uma hora, na recuperação pós anestésica, em uma sala específica chamada REPAI.

Alojamento conjunto

• Ao chegar no quarto, a mãe ficará em uma dieta de suco e água durante seis horas. A dieta será feita alternadamente, ou seja, 20 ml a cada 20 minutos.
• Logo após esse período, a mãe com a ajuda da enfermagem, irá tomar o primeiro banho.
• Se neste banho a mãe conseguir esvaziar toda a bexiga será liberada para usar a cinta.
• Após o banho será liberado uma dieta leve.

Segundo dia

• Logo pela manhã, a equipe de enfermagem realizará os cuidados necessários ao bebê. A mãe e o pai, poderão fazer o acompanhamento o tempo todo.
• Esses cuidados (banho, temperatura, peso, outros) são realizados no próprio quarto.
• A mãe poderá tomar o seu banho sozinha e na hora que preferir.
• A enfermagem passará no quarto para medicar e orientar quanto a amamentação.

Terceiro dia

• São realizados todos os cuidados do segundo dia.
• Porém, nesse dia o bebê fará alguns testes.

Testes

• A fonoaudióloga passará no quarto para fazer o teste da orelhinha.
• O pediatra fará o teste do olhinho.
• Por último, 48 horas depois do nascimento, a equipe de enfermagem irá realizar o teste do pezinho.

OBS: O diagnóstico desses testes estará relatado na carteirinha do bebê, exceto o teste do pezinho que o resultado poderá ser consultado no site da  Fundação Ecumênica de Proteção ao Excepcional – FEPE.

Segurança

Pulseirinha

Para a promoção da segurança tanto da mãe quanto do bebê, prevenindo a troca de bebês e rapto infantil, na entrada do CO (Centro Obstétrico) a mãe recebe uma pulseirinha enumerada branca e o bebê duas pulseiras, uma ficará no pulso e outra no tornozelo direito. Ambas com a mesma numeração de atendimento. As pulseirinhas são retiradas apenas no dia da alta.

Portaria

O HNSG conta com controles de acessos nas portarias e sistema de Circuito Fechado de TV em pontos específicos, garantindo mais segurança aos clientes. Além disso, a Maternidade Graças encontra-se em uma área de acesso restrito.

Alojamento Conjunto

Na Maternidade Graças o bebê permanece 24h no quarto com seus pais, sendo acompanhado por um familiar na hora do banho, consulta com pediatra, testes, entre outros momentos.

Fotos e filmagens

O HNSG possui algumas empresas de foto e filmagem cadastradas no Serviço de Apoio ao Cliente. Porém, antes de realizar a contratação, é importante conversar com seu médico, pois é fundamental a autorização dele para realização desse trabalho.

Flores

Não são permitidas no setor. Entretanto, caso sejam recebidas, a enfermagem irá colocá-la em frente a porta no corredor.

Conheça nossas acomodações

Saiba mais sobre nosso Centro Obstétrico e Atendimento Obstétrico 24h