Radiologia Intervencionista no tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna

A Hiperplasia Prostática Benigna, ou seja, aumento da próstata, é uma condição que afeta pelo menos 50% dos homens aos 60 anos de idade e mais de 90% aos 80 anos, causando sintomas desconfortáveis como: dificuldade para urinar ou esvaziar a bexiga, gotejamento após urinar, incontinência urinária, sensação de urgência para urinar, aumento da frequência urinária à noite, dor e diminuição da força do jato urinário.

A embolização da próstata é um dos tratamentos realizados no Hospital Nossa Senhora das Graças pela Equipe de Radiologia Intervencionista.

Durante o procedimento é realizado uma punção na altura da virilha e utilizado um microcateter para acessar e injetar microesferas microscópicas nas pequenas artérias que nutrem a próstata. A redução do fluxo de sangue para a próstata causa a diminuição do seu tamanho melhorando os sintomas. A glândula prostática é preservada e a necessidade de medicamentos e cirurgia é evitada. O índice de complicações é muito baixo e a função sexual e erétil é mantida. O procedimento geralmente é realizado com sedação, em caráter ambulatorial ou com um dia de internação hospitalar, e dura em torno de 1 a 2 horas.

O paciente pode ser candidato a embolização das artérias prostáticas quando:

Sua hiperplasia prostática benigna não é bem controlada somente com o uso de medicações;

É elegível para tratamento cirúrgico porém prefere essa alternativa menos invasiva;

A próstata é muito grande para tratamento cirúrgico ou o paciente apresenta fatores de risco aumentados para cirurgia.

Conheça o Serviço de Hemodinâmica

Voltar