Medalha Milagrosa

Histórico da aparição de Nossa Senhora à Catarina Labouré

No dia 27 de novembro de 1830, na Capela das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, em Paris, a Santíssima Virgem se manifestou à humilde noviça Catarina Labouré.

A virgem apareceu sobre um globo, pisando uma serpente e segurando nas mãos um globo menor, oferecendo-o à Deus, em um gesto de súplica.

Maria fala, então, à feliz Vidente:

“Este Globo, representa o mundo inteiro e cada pessoa em particular”. De repente, o globo desapareceu e suas mãos se estenderam suavemente, derramando sobre o globo brilhantes raios de luz. Formou-se assim, um quadro oval rodeado pelas palavras:

“Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós e recorremos a Vós”.

Virou-se então o quadro, aparecendo no verso um “M” e sobre ele uma cruz, e embaixo os corações de Jesus e de Maria. E Santíssima Virgem lhe pede:

” Mandar fazer uma medalha conforme este modelo”. E promete: “As pessoas que trouxeram com fé e confiança receberão graças especiais”.

E assim, foi feita, em Paris, esta medalha, que logo se espalhou pelo mundo inteiro, derramando graças tão numerosas e extraordinárias que o povo, espontaneamente, passou a chamá-la: “medalha milagrosa”.

Esta é a origem da “sua medalha”, da “minha medalha”, sinal certo da presença de Maria no mundo de hoje para protegê-lo e levá-lo para Cristo.

Divulgai a medalha milagrosa, como sinal e mensagem de Maria.

Conheça a Novena da Medalha Milagrosa

Voltar