Dicas para os pais

Em que casos devo trazer meu filho ao Pronto-Atendimento Clínico – PA?

Uma criança só deve ser trazida a um pronto-atendimento quando apresentarem quadros graves, de risco ou com sofrimento que exija conduta imediata.

Alguns exemplos:

-Infecção com febre alta (acima de 39°)

-Ingestão acidental de corpos estranhos.

-Diabetes descompensada.

-Hemorragias com grande perda de sangue (ouvido, nariz, boca , ou ferimentos)

-Reação alérgica grave

-Envenenamento causado por por qualquer tipo de substancias ingeridas ou inalada, picada de aranha, cobra ou escorpião.

-Convulsões.

-Desconforto respiratório grave.

Lembre-se que o PA não é um consultório. Não deve ser sobrecarregado com consultas simples.

Sempre entre em contato com o pediatra do seu filho antes de levá-lo a um pronto-atendimento, pois muitas vezes você pode levá-lo ao consultório médico em vez de ir aos Hospitais. Isso é melhor, pois pediatra já conhece a criança.

Toda criança deve ter um pediatra com quem faça acompanhamento ambulatorial periódico.

Monitore os sintomas: O papel dos pais é muito importante no monitoramento e acompanhamento dos sintomas. Haja sempre com calma e cautela.

Nosso pronto-atendimento clínico atende crianças de 0 a 14 anos, em caso de urgência e emergência, utilizando a Classificação de Risco.

O que é Classificação de Risco ?

É uma politica de atendimento por prioridade, e não por ordem de chegada, o objetivo é garantir atendimento imediato aos casos de urgência e emergência, respeitando protocolos clínicos.

Quem determina o nível de urgência do atendimento?

A equipe de Triagem, formada por enfermeiros capacitados.

O que significa cada cor?

O vermelho é emergência; o amarelo, urgente; o verde, não é urgência ou emergência; o azul consulta simples

Vou demorar a ser atendido?

Casos de emergência ou muita urgência são atendidos imediatamente. Se o quadro não oferecer risco, o paciente será atendido depois que outros casos prioritários tiverem sido solucionados.

Podemos atender até 8 crianças por hora. Se houverem 24 crianças na sua frente, por exemplo, você irá esperar pelo menos 3 horas.

Como é a estrutura do HNSG?

Nossa estrutura comporta até três atendimentos por vez, em determinados horários. Nossa escala é organizada conforme histórico de demanda de pacientes x horários. Dessa forma, em alguns horários do dia haverão dois médicos atendendo e em outros momentos três profissionais.

Contamos com o apoio de toda a estrutura hospitalar e médicos de sobreaviso para determinados casos.

Seu filho pode ser encaminhado levado também para os seguintes Hospitais

Aqui nossos médicos são capacitados para atender urgências e emergências clínicas, porém existem locais especializados para determinadas situações, que também podem ajudar:

Queixa

Sutura (pediatria)

Hospital Pequeno Príncipe

R: Desembargador Mota, 1070 – Água Verde

(41) 3310-1010

 

Fratura

Hospital XV

R: XV de Novembro, 2223 – Alto da XV

(41) 3218-2000

 

Trauma

Hospital Cajuru

Av.: São José, 300 – Cristo Rei

(41) 3271-3000

 

Hospital Trabalhador

Av.: República Argentina, 4406 – Novo Mundo

(41) 3212-5700

 

Queimadura

Hospital Evangélico

R: Alameda Augusto Stellfeld, 1908 – Bigorrilho

(41) 3240-5000

 

Urgência Oftalmológica

Hospital de Olhos do Paraná

Batel Soho

R: Carlos de Carvalho, 1327 – Batel

(41) 3222-4222

Seg a Sexta das 08h às 18h

 

Urgência Otorrinolaringologista

Hospital IPO

Av.: República Argentina, 2069 – Portão

(41) 3314-1500

Voltar