Hospital Nossa Senhora das Graças
Institucional

COMPANHIA DAS FILHAS DA CARIDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO
A Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo está representada no mundo inteiro.
A Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo está representada no mundo inteiro.

A Companhia das Filhas da Caridade foi fundada no século XVII por São Vicente de Paulo e Santa Luísa de Marillac. Trata-se de uma Sociedade de Vida Apostólica, que possui os Conselhos Evangélicos de pobreza, castidade e obediência, para servir aos pobres, corporal e espiritualmente.

Vicente de Paulo percebeu a necessidade de organizar a caridade que já estava presente no coração das pessoas. A partir disso, o profeta deu vida à primeira Confraria das Senhoras da Caridade e, posteriormente, a Companhia das Filhas da Caridade, que, inspirada pelo carisma vicentino, atua hoje no mundo todo.

Em Curitiba, as obras iniciaram em 1904, com a chegada das Irmas Luiza Olsztynska, Natália Zietak e Leocádia Suchoswiat. Vindas da Polônia, fizeram trabalhos com grandes resultados e novas casas foram abertas. Entre elas, o Hospital Nossa Senhora das Graças, fundado em 1953.

Links Relacionandos:

Leia mais sobre a companhia em www.filhasdacaridade.com.br
Histórico do Hospital Nossa Senhora das Graças

CARISMA VICENTINO

No Hospital Nossa Senhora das Graças o carisma é a forma de servir a Jesus Cristo na pessoa do próximo, através do amor e doação. Durante toda sua história, a Instituição traz em sua essência, o profundo e permanente comprometimento das Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, impulsionadas pelo CARISMA VICENTINO que move o dia a dia da comunidade hospitalar.

SÃO VICENTE DE PAULO
Sâo Vicente de Paulo

Filho de camponeses franceses, Vicente de Paulo nasceu no dia 24 de abril de 1581, em Pouy, no Sul da França. Desde pequeno era muito generoso, guardava o rebanho, partilhava com aqueles que tinham menos e prezava mais pelo ato de dar do que receber.

Após sua ordenação sacerdotal, padre Vicente chega a Paris, onde é nomeado capelão da rainha Margarida, que lhe dá prestígio e bons cargos junto aos nobres. Porém, com a miséria material e espiritual do povo no campo, causado pela peste, começa a perceber os problemas dos pobres e esquece dos seus planos de ser rico e importante, iniciando um caminho de conversão. Para atender as situações da pobreza, organiza a Primeira Confraria da Caridade, em 1617.

Em 1633, juntamente com Luísa de Marillac, funda a Companhia das Filhas da Caridade, que reúne mulheres decididas a se doarem a Deus para servir aos menos favorecidos. O padre Vicente de Paulo faleceu em 27 de setembro de 1660. Foi canonizado em 1737 e declarado patrono de todas as Obras de Caridade, em 1883.

SANTA LUÍSA DE MARILLAC
Santa Luísa de Marillac

Luísa de Marillac nasceu no dia 15 de agosto de 1591, em Paris. Filha de pais nobres, era uma mulher culta, dinâmica, sensível e de muita fé e oração. Participou na formação e organização de vários trabalhos de assistência aos pobres. Casou-se com o secretário da rainha Margarida, Antônio Le Gras. Em 1625, Luísa ficou viúva e passou a dedicar seu tempo exclusivamente ao cuidado de seu filho Miguel e na organização das Confrarias.

Foi uma mulher centrada na organização dos hospitais, obras sociais e de escolas. Sempre prestava serviços com qualidade, segurança e amor. Tornou-se uma das maiores colaboradoras da caridade e com São Vicente fundou a Companhia das Filhas da Caridade. Luísa faleceu em 15 de março de 1660, foi canonizada em 1934 e proclamada patrona de todas as Obras Sociais.

Compartilhe
twitter
facebook
Envie para um(a) amigo(a)